Devasso é o atendimento

Hoje eu resolvi estrear a minha área de “Notas” do Facebook, onde pretendo colocar alguns textos curtos sobre vários assuntos bem livres e eu resolvi falar sobre o que aconteceu comigo ontem (13/01/2011) no Bar Devassa da Mariz e Barros na Tijuca (http://migre.me/3DxMQ), e como fui mal atendido por lá.

Fui para uma reunião de trabalho com o amigo Guga Alves e Luan Muniz para definirmos detalhes de um projeto. O Guga mora na Tijuca e sugeriu o bar por ser confortável, bom ambiente, comida relativamente boa e preço acessível e pela Internet Wi-fi, o que seria fundamental para a nossa conversa, uma vez que o projeto é de um site e precisávamos navegar em várias páginas para estabelecermos conceitos.

O local estava cheio, porém, não lotado, pois não havia nenhuma fila. Fomos recebidos pelo gerente do bar que nos arranjou uma mesa no canto, no melhor estilo americano e informou que a garçonete/atendente Amanda nos serviria.

Ok, todos pedimos refrigerantes e começamos a nossa reunião. Logo em seguida nós pedimos algo para comer e eu pedi “macarrão penne italiano” e os meus amigos foram de “sanduiche Marilou”. Eu recebi o meu pedido bem rapidamente e logo em seguida o copeiro (entregador de pratos) trouxe uma porção de batatas-fritas. Nós nos entre olhamos e chamamos o rapaz que percebeu o erro e disse que era de uma mesa próxima e ao recolher o pato o mesmo tombou na mesa, derrubando o queijo-ralado no amigo Guga. Não foi difícil limpar, foi até rápido, mas o rapaz pediu desculpas inúmeras vezes e eu comecei a estranhar a falta de atitude da nossa garçonete/atendente que não falou nada!

Pouco tempo depois o sanduiche do Guga chegou, só que o do Luan não. Foram exatos 22min (sim, eu monitorei) para chegar o prato depois desse ocorrido. Chamamos a Amanda várias vezes e somente depois desse tempo o Luan pode desfrutar do seu prato. Eu não sei como estava o sanduba dos amigos, mas o meu macarrão estava muito “sem graça”. Fiquei decepcionado. Mas como eu estava “morrendo de fome” e sou fanático por macarrão, comi mesmo assim.

À partir do momento em que terminamos a refeição e continuávamos a nossa reunião a nossa garçonete/atendente começou a pressionar a gente pra liberar a mesa, do tipo: “vocês vão querer mais alguma coisa?”, “querem café?” e eu eu fechei a cara imediatamente. Comentei com os amigos sobre isso, que nem deram “muita bola” e o ápice foi quando ela recolheu tudo e nos fitava à distância e veio com um pano com álcool e encharcou a mesa deixando aquele cheiro forte característico quase que irrespirável!

Para mim bastou. Já havíamos avançado bem nas definições da reunião e falei para os amigos pedirem a conta que, óbvio veio errada. Nenhum de nós bebe cerveja! Então chamamos o gerente e contamos o erro, que chamou a Amanda, que corrigiu o problema, pagamos a conta (mesmo assim com os 10%!!) e fomos embora!

Moral da história:

É uma pena que ainda existam profissionais que só pensem no seu salário na hora de atender o público. A Amanda só se preocupou com isso. E se não foi ela, e sim o estabelecimento que a pressionou para “definir logo uma mesa” é mais lamentável ainda. Escolhemos o lugar por inúmeros motivos. Poderíamos fazer a nossa reunião de trabalho em qualquer outro lugar, mas foi lá que optamos. Eu que nunca fui no Devassa tive uma péssima impressão da minha 1ª vez e isso é péssimo para a relação com o consumidor. Espero realmente que ontem tenha sido um caso isolado, mas o lance é que eu não sei se “vou pagar pra ver novamente”!

 

[Esse artigo foi originalmente escrito numa nota do meu Facebook]


UPDATE (Resolvido!!!)

Depois de algumas tentativas usando “indiretas” pelo Twitter, o perfil da empresa no Twitter entrou em contato com o proprietário do estabelecimento, que me enviou dois emails (em maio de 2011) me convidando para retornar ao bar novamente para conhecer a nova equipe de funcionários e ainda oferecer um pequeno jantar como forma de mudar a impressão causada pelo mal atendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *