bradesco-2

O hiato entre o marketing e os canais de atendimento do Bradesco

Confesso que gosto do Bradesco. Tenho conta lá (aliás, muitas por causa de empregos anteriores) desde os meus 18 anos e quase nunca tenho dor de cabeça com a empresa. Elas cumprem o que prometem, entregando um serviço bancário tranquilo por um preço aceitável.

A minha única reclamação são os canais de atendimento que são sempre quilômetros de distância da qualidade do marketing.

Desde quando foi criado, eu sempre resolvi vários dos pequenos problemas “xingando muito no Twitter“. O atendimento é rápido e eficaz. Já tive problema de cartão de senha extraviado, cheque roubado, tudo resolvido com dois míseros tweets.

Gerentes em pânico entraram em contato comigo ligando pro meu telefone e em poucos minutos tudo foi resolvido, mas ainda sim, fico incomodado com o fato desse hiato no atendimento. Afinal, tudo é Bradesco, não!?

O caso de hoje foi simples:

Fui buscar meus filhos na escola, e a minha filha pediu pra tirar uma cópia de algumas páginas do livro de uma colega de sala. Eu havia pago uma conta minutos antes e quando ela me falou, eu olhei para a carteira e vi que estava sem dinheiro.

Fomos para papelaria fazer a cópia tranquilos, pois era no caminho do banco. Chegamos na agência (que não é a minha!) o meu cartão foi bloqueado. Não porque eu digitei errado. Por alguma razão que eu desconheço, a máquina de auto-atendimento disse que o meu cartão estava bloqueado para saques e imprimiu um papel com os dados de telefone e afins.

Como eu não entro em agências bancárias com os meus filhos, voltei pra casa sem fazer as cópias e liguei para o Fone Fácil Bradesco. Fora o blá-blá-blá pra ganhar tempo de atendimento que todas as empresas fazem, enfim, minutos depois um operador me atendeu.

Perguntou o motivo (mesmo eu tendo dito antes ele não sabia, claro!) e pegou os meus dados e levou alguns poucos segundos para me dizer que não tinha acesso no sistema dele para saber o motivo do bloqueio do meu cartão e nem tinha como liberá-lo. O máximo que ele podia era me passar o número de telefone da agência em que o cartão foi bloqueado para eu entrar em contato com mesma.

Sinceramente?

Nem a pau eu vou ligar para lá! Vou reclamar no Twitter e vamos ver quanto tempo isso será resolvido.

Em épocas onde cartão de crédito Nubank e similares inovam com atendimento pelo celular via chat e resolvem TUDO, o Bradesco que sempre esteve na vanguarda da tecnologia, tem que correr pra se adequar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *