A estabilidade em formato de Montanha-Russa

Que o serviço de acesso à Internet sofre com todo tipo de imprevisto eu entendo. Afinal a estrutura é muito exposta. Árvores que caiem, caminhões com altura acima do limite trafegando e arrancando os fios de postes, isso sem falar dos famosos “gatos” que roubam sinal por aí.

Tudo isso eu entendo!

O que eu não entendo é a falta de clareza nas suas ações e o jeito de tratar cliente como idiota! E quando eu falo isso, estou me referindo ao ‘script padrão’ de resposta da empresa NET para a maioria das reclamações sobre instabilidade.

Estamos em manutenção

Você liga para a central de atendimento, a resposta automática é a padrão. Você reclama nas redes sociais, a resposta automática é a padrão.

Estamos em manutenção

Ok, eu já reclamei da NET inúmeras vezes por esse canal e todas as vezes a empresa me retornou e ressarciu os valores referentes a falta dos serviços. Repito TODAS AS VEZES!

A questão é que ter o valor de volta é pouco para o desgaste em administrar um problema. Como todos nós sabemos, a empresa garante acesso de 99% do tempo do contrato. Como a prestação de serviço é de acesso 24h por dia durante o mês todo, isso nos dá uma tolerância de 7h por mês! E mesmo que eventualmente haja uma interrupção de digamos 10h e a empresa pague o valor referente a interrupção dando desconto na próxima fatura, eu ainda acho isso pouco!

a-estabilidade-em-formato-de-montanha-russa-001

Eis os meus argumentos porque eu acho pouco só receber desconto na próxima fatura!

Quanto custa ter que ir até o modem todas as vezes que o sinal cai e esperar para ver se não é uma instabilidade momentânea ou se é algo mais sério e só então ligar para a central de atendimento?

Quanto custa ter que explicar para toda a família que possui estruturado o seu entretenimento de férias baseado em serviços pela web como Youtube, Netflix, Spotify e até mesmo Facebook e Whatsapp?

Quanto custa navegar no notebook usando a Internet do celular pré-pago porque não preciso de celular de conta com plano pós-pago uma vez que eu trabalho em casa?

Quanto custa ter que ligar usando o telefone e gastando com ligações telefônica, quando você já se estruturou baseado em serviços como Skype, Telegram e Whatsapp na comunicação com familiares, amigos e clientes?

E por falar em clientes, quanto custa ter um serviço absolutamente instável durante boa parte do dia o que impede de trabalhar e desestimula mesmo quando o serviço resolve voltar?

E mais, quanto custa explicar para esses clientes de que a culpa não é sua e que infelizmente não há previsão, porque simplesmente “estão em manutenção” mas nunca dizem quando vai terminar?

Eu que sou manjado dos paranauês de Internet, dessa vez me dei por vencido e deixei pra lá os protocolos, o meu monitoramento de cada minuto sem serviço para cobrar o desconto na próxima fatura. O desânimo foi tanto que eu só sei dizer que estou cansado dessa montanha-russa! A única coisa que eu sei é que enquanto estou escrevendo esse post (off-line) eu estou no 8º dia seguindo com instabilidade no serviço, sendo que 3 dias praticamente não foi fornecido sinal. Mas como eu disse, dessa vez “garotiei” e não anotei nada!

Infelizmente, não vejo muita alternativa quando olho os concorrentes do mercado e digo que eu gostaria que a empresa trocasse o simpático perfil no Twitter por uma manutenção mais eficaz.

Eu ficaria bem mais feliz com o serviço!


Tweets de reclamação: